Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 

Encontre o que deseja

NO AR

Acorda Cidade

    Brasil

Com disparada de preço, brasileiros usam mais lenha do que gás na cozinha

A lenha ocupa a 2ª posição entre a principal fonte de energia nas casas brasileiras, atrás apenas da energia elétrica; GLP aparece em 3º lugar

Publicada em 13/10/2021 as 22:12h por Poder 360
Compartilhe
   
Link da Notícia:
Brasileiros recorrem à lenha em meio à escalada do preço do gás de cozinha  (Foto: Pxhere/Poder 360)

O uso de lenha como fonte de energia já ocupa o 2º lugar entre as principais fontes de energia nas casas dos brasileiros, com 26,1% de participação –atrás apenas da energia elétrica. O GLP (gás liquefeito de petróleo) aparece em seguida, com 24,4%.

 

Em 2020, o consumo de restos de madeira em residências aumentou 1,8% na comparação com 2019, segundo a Epe (Empresa de Pesquisa Energética).

 

A lenha ultrapassou o GLP nas cozinhas brasileiras a partir de 2017, quando começou a disparada do preço do gás, depois que a Petrobras mudou a política de preços e passou a reajustar o GLP toda vez que a cotação do petróleo e o câmbio subiam.

 

A Petrobras já reajustou o preço do GLP em 47,53% somente em 2021. Desde o começo de 2020, a alta acumulada é de 81,5%. O último reajuste, de 7,2%, foi anunciado na última 6ª feira (8.out.2021).

 

Com o aumento crescente do valor do gás de cozinha –que tem o preço médio de R$ 97,73 reais e já chega a R$ 135 em alguns lugares– e com a crise econômica, várias famílias passaram a recorrer à lenha.

 

Devido à disparada de preços, a Petrobras vai destinar R$ 300 milhões para um programa social de subsídio que ajudará famílias de baixa renda a comprar o gás de cozinha.




Nosso Whatsapp

 

Visitas: 1724214 | Usuários Online: 55

Copyright © 2019 - Grupo Art Mídia Comunicação - Todos os direitos reservados