Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 

Encontre o que deseja

NO AR

RS Acontece

    Política

Começam as articulações para eleição da nova mesa diretora da Câmara de Vereadores

Publicada em 27/11/19 as 21:32h por Rádio Cidade Camaquã
Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Rádio Cidade Camaquã)
Três chapas poderão disputar o comando da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Camaquã para o exercício 2020.

Os possíveis candidatos são Marco Longaray (PT), Paulinho Bicicletas (REPUBLICANOS) e Vinícios Araújo (MDB). 

Conheça os vereadores que disputarão o comando da mesa diretora 2020:

Ver. Marco Longaray
Mandatos: 2017 - 2020 (PT) | 2013 - 2016 (PT) | 2001 - 2004 (PT) | 1997 - 2000 (PT)

Marco Aurélio Santos Longaray, 57 anos, possui ensino médio completo e é vendedor autônomo. Filiado ao Partido dos Trabalhadores desde 1988, é Líder comunitário, primeiro vereador do PT em Camaquã, eleito em 1996. Exerceu os 2 primeiros mandatos no período de 1997 a 2004. Em 2001, foi presidente da Câmara de vereadores, numa gestão muito elogiada, e vice-presidente da Câmara nos anos de 1999 e 2018. Em 2004, concorreu a vice-prefeito de Hermes Rocha, na coligação PDT-PT-PPS. No período de 2005 a 2012 foi assessor da bancada do PT na Câmara de vereadores. Em 2012, voltou a eleger-se vereador com expressiva votação e da mesma forma foi reeleito em 2016. Participou de todas Comissões Permanentes da Câmara, tendo sido presidente, por várias vezes, da mais importante, a Comissão Permanente de Constituição e Justiça. Atualmente, é secretário da Comissão de Participação Comunitária, Cidadania, Defesa do Consumidor e de Direitos Humanos, também é secretário da Comissão de Constituição e Justiça; ainda preside a Frente Parlamentar de Acompanhamento das Obras e Defesa da Conclusão da Duplicação da BR 116 e a Frente Parlamentar Para Tratar dos Assuntos Relacionados aos Alagamentos. Atua prioritariamente, em temas como Transporte Coletivo; Habitação de Interesse Social; Regularização Fundiária; Direitos dos Trabalhadores e Servidores Públicos; Duplicação da BR 116; Combate a Perturbação do Trabalho e Sossego Alheio (Psiu Camaquã); Saneamento Básico e Infraestrutura dos bairros, com destaque para a Pavimentação; sem descuidar de temas ligados à Educação, Saúde e Segurança Pública. A atuação coletiva começou na adolescência através de grupos de jovens católicos. No final dos anos 80 iniciou a participação na Associação Comunitária do Bairro Viegas, com a qual mantém um vínculo contínuo. Presidiu a entidade nas gestões 1994/1996, 2003/2005, 2005/2007 e 2007/2009. Foi Tesoureiro da União das Associações Comunitária de Camaquã no período de 1993/1995. Conselheiro Municipal de Transportes de 1995/1998. Conselheiro Municipal de Saúde de 1995/2000 e retornou ao CMS em 2005, onde foi suplente até o final de 2012. Coordenador da Setorial de Saúde do COREDE (Conselho Regional de Desenvolvimento) Centro-Sul 1997/2000. Conselheiro Regional do Orçamento Participativo 1999/2002. Membro da Comissão Executiva do PT – Camaquã 1994/2005, e, novamente, desde 2009. Secretário do Conselho de Desenvolvimento de Camaquã 2003/2005. Coordenador da Macrorregional Centro Sul do PT desde o início de 2015. Grandes conquistas: * Participação direta na vinda do IFSUL para Camaquã. * Participação atuante pelo asfaltamento da ERS 350, trechos Camaquã - Dom Feliciano e Camaquã – Arambaré. * Participação atuante pelo asfaltamento da Avenida Nestor de Moura Jardim até ao trevo de acesso a Chuvisca. Como vereador: • Teve atuação decisiva para acabar com a farra das diárias na Câmara, que era de R$ 101,00 no início de 1997, concedida para qualquer viagem simples (sem pernoite) dentro do Estado. Num processo de discussão aguda houve redução do valor das diárias naquele período. Passados 23 anos, o valor da mesma diária é R$ 99,01. Com a discussão protagonizada, a Câmara de Camaquã tem economizado bastante neste tipo de despesa, tornando-se uma referência positiva no Estado. • Foi um dos maiores articuladores para acabar com o voto secreto na Câmara, conquista efetivada do final de 1999 e que contribuiu significativamente para a transparência do legislativo. • Impulsionou a discussão para a criação da Tribuna Democrática Popular, abrindo espaço para uso por entidades durante às sessões da Câmara. •Foi protagonista no debate da redução do recesso parlamentar de 90 dias (janeiro, fevereiro e julho) da Câmara, o que resultou na redução para os 30 dias anuais. •Ativista, com sucesso, para o término do voto de abstenção dos vereadores/as. O Marco Longaray entende que se o mandato é público e o parlamentar está ali para votar, é inaceitável um voto de abstenção. O parlamentar deve estudar as proposições e constituir uma posição sobre a matéria. • Autor da lei da compensação de passagens, permitindo que o detentor do vale-transporte ou passagem escolar de uma determinada empresa, possa utilizá-lo numa outra empresa de transporte coletivo urbano. • Foi interlocutor dos servidores públicos municipais, tendo atuação destacada durante a tramitação do Regime Jurídico dos Servidores Públicos Municipais. • Coordenou a revisão da Lei Orgânica Municipal, em 2003. • Coordenou a revisão do Regimento Interno da Câmara de Vereadores, em 2003, e foi secretário da nova revisão em 2015. Sobre a ampliação das instalações da Câmara: o vereador sempre foi contra a aquisição de um novo terreno para construir um prédio novo para Câmara e ceder os prédios antigos para Prefeitura, principalmente porque entende que o Pode Legislativo é o único que tem recursos para fazer a manutenção destes prédios. A negociação, em 2018, que resultou na cedência da área onde hoje ainda está a Secretária de Transporte, junto à Câmara, contempla totalmente o seu pensamento: construir novas instalações e manter em bom estado os prédio do nosso sítio histórico. Fatos marcantes na Presidência da Câmara de Vereadores: ­ Reversão do processo de endividamento da câmara; ­ Realização do concurso público; ­ Aquisição de prédio próprio para as Assessorias de Bancadas; ­ Como presidente, abriu mão de 50% da verba de representação a que tinha direito. *No ano em que presidiu a Câmara, recebeu os principais prêmios direcionados a membros do Legislativo Camaquense, em função da atuação na gestão da Câmara.

Ver. Paulinho Bicicletas
Mandatos: 2017 - 2020 (REPUBLICANOS) | 2013 - 2016 (PRB)

Filho de agricultores, graduado em Gestão Pública, casado há 31 (trinta e um) anos e pai de 02 (duas) filhas, Paulinho Bicicletas é vereador em segundo mandato em Camaquã. Em 2015, foi Secretário Municipal dos Transportes onde desenvolveu um trabalho de reestruturação da repartição, com ações organizacionais visando a economia que viabilizaram o processo de modernização do maquinário da Secretaria. Ainda, priorizou reivindicações antigas da comunidade, promovendo melhorias para desafogar o tráfego e investindo na qualidade da sinalização de vias urbanas. Em 2017, foi eleito Presidente da Câmara de Vereadores de Camaquã, ocasião em que foi responsável por apresentar proposta para criação do fundo de reaparelhamento da Casa Legislativa, objetivando a sua utilização para a melhoria do atual prédio do Poder Legislativo ou para a compra e construção de um novo prédio. Em sua gestão, Paulinho também adotou diversas ações visando a economia e a utilização consciente de recursos da Câmara, o que proporcionou ao Poder Legislativo efetuar a maior devolução já registrada ao Poder Executivo, no montante de R$ 2.080.000,00 (dois milhões e oitenta mil reais), que auxiliou o Executivo a cobrir as despesas previstas. Entre suas principais atuações parlamentares, destaca-se o projeto que visa controlar os animais soltos em vias públicas que objetiva proporcionar mais segurança ao trânsito local. Também, foi por iniciativa de Paulinho Bicicletas que o Poder Executivo reduziu a distância de deslocamento dos alunos até o transporte escolar rural de 02 km para 01 km, a fim de possibilitar que diversas crianças pudessem ter acesso ao transporte escolar e assim evitar a evasão escolar na zona rural. Comprometido com a causa da acessibilidade, Paulinho é autor da lei municipal que obriga a instalação de banheiros químicos adaptados para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida nos eventos municipais.

Ver. Vinícios Araújo
Mandatos: 2017 - 2020 (MDB) | 2013 - 2016 (MDB) | 2009 - 2012 (MDB)

Foi agricultor, trabalhou como auxiliar de serviços gerais, foi frentista em posto de combustível, chefe de setor em uma fábrica de móveis, chefe da patrulha agrícola da Secretaria de Agricultura, assessor parlamentar na Assembleia Legislativa, Secretário Municipal de Agricultura e Abastecimento, onde foi escolhido em 2011 secretário destaque do município, pelo Instituto Podhium de Pesquisas. Foi presidente do Legislativo Municipal em 2013, e em 2014 escolhido o vereador mais atuante de Camaquã. Neste seu terceiro mandato de vereador, teve o privilégio de integrar inúmeras comissões do Poder Legislativo, tais como: Comissão de Participação comunitária; Comissão de Constituição e Justiça, Comissão de Agricultura, Indústria, Comércio, Obras e Infraestrutura; Comissão de Orçamento Público; Comissão de Saúde, Meio Ambiente, Assistência Social e Habitação; e a Comissão Especial de Revisão do Regimento Interno deste Poder Legislativo. Quando assumiu a presidência da Câmara de Vereadores, foi responsável por extinguir diversos cargos de CC's e redução de altos salários, e com estas mudanças foi possível repassar ao Poder Executivo mais de R$ 1.5 milhões.

A Rádio Cidade agora transmite todas as segundas-feiras a reunião ordinária da Câmara e os bastidores da política você acompanha diariamente no programa Cidade Aberta e aqui no portal da Rádio Cidade.



Nosso Whatsapp

 

Visitas: 1783100 | Usuários Online: 113

Copyright © 2019 - Grupo Art Mídia Comunicação - Todos os direitos reservados