Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 

Encontre o que deseja

NO AR

Madrugada da Cidade

    Região

Jovem morta em Sertão Santana pode ter sido sepultada sem a família saber

Corpo de Cristina Giru Cardoso, assassinada em abril, estava em perícia

Publicada em 23/05/2022 as 10:27h por Jornal Regional
Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Reprodução)

Os pais da jovem Cristina Giru Cardoso, de 21 anos, Vera Regina Giru Cardoso e Edison Cardoso, moradores de Sertão Santana, estão passando por um novo sofrimento desde esta sexta-feira (20). O corpo da filha que foi supostamente assassinada pelo ex-namorado no mês passado teria sido sepultado esta semana em um cemitério em Barra do Ribeiro, sem que a família fosse avisada.

 

Quem faz a denúncia ao Portal ClicR é Vera que disse ter recebido a informação de um parente que trabalha no setor público no município de Barra do Ribeiro. Ele teria tomado conhecimento dos atos fúnebres e constatou se tratar do corpo de Cristina, quando então decidiu avisar a família.

 

Vera conta que imediatamente ligou para a Delegacia de Polícia Civil da Barra do Ribeiro buscando informações mais precisas a respeito, quando os servidores que a atenderam confirmaram se tratar mesmo do corpo de sua filha, contudo não souberam explicar porque o procedimento ocorreu desta forma.

 

A mãe disse que ficou em choque ao receber a confirmação e que não entende o que está acontecendo. Ela revela que a família construiu o túmulo para a filha no cemitério da localidade de Emboaba Ruy Ramos, interior de Sertão Santana e que aguardava ansiosa a liberação dos restos mortais da jovem para poder vela-la e sepulta-la.

 

“Toda a semana a gente ligava pra lá [para a DP de Barra do Ribeiro] querendo saber notícia sobre a liberação do corpo[…] e nada. Por que eles fazem isso moço? Não basta toda a dor que já passamos?”, lamenta a mãe sem respostas.

 

A família informou que não vai descansar enquanto não resolver a situação e conseguir dar um funeral digno para a jovem. Nesta segunda-feira (23) o casal deve ir até Barra do Ribeiro tirar a história a limpo e tentar resgatar o corpo da filha.

 

Entenda o caso

 

A jovem Cristina Giru Cardoso, de 21 anos, que residia na Vila Pedro, em Sertão Santana, desapareceu no dia 11 de abril deste ano. Ela estava grávida de sete meses. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Barra do Ribeiro que passou a investigar o desaparecimento.

 

No dia 20 de abril um corpo em avançado estado de decomposição e com indícios de ter sido carbonizado foi encontrado no interior do município de Tapes. Os restos mortais foram recolhidos pelo Instituto Geral de Perícia (IGP) para análise.

 

No final da tarde da sexta-feira, 22 de abril, a polícia confirmou que o ex-namorado de Cristina confessou ter matado a jovem. Ele se apresentou acompanhado de um advogado na DP de Barra do Ribeiro e revelou que o corpo que havia sido encontrado dois dias antes no interior de Tapes era o de Cristina. Disse ainda que cometeu o crime usando uma faca.




Nosso Whatsapp

 

Visitas: 2380969 | Usuários Online: 48

Copyright © 2019 - Grupo Art Mídia Comunicação - Todos os direitos reservados