Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 

Encontre o que deseja

NO AR

Acorda Cidade

    Rio Grande do Sul

Governadores do Codesul cobram do governo federal falta de repasses para custeio de atividades e serviços hospitalares

Publicada em 15/06/21 as 18:29h por Redação O Sul
Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini)

Os governadores Eduardo Leite (RS), Carlos Moisés (SC), Carlos Massa Ratinho Júnior (PR) e Reinaldo Azambuja (MS) participaram, nesta terça-feira (15), da reunião do Conselho de Governadores do Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul) no Palácio Piratini, em Porto Alegre. O encontro ocorreu em alusão aos 60 anos do Codesul, celebrados neste ano.

Foram debatidas as medidas adotadas pelos Estados no enfrentamento à pandemia, com a participação dos secretários estaduais da Saúde, e a proposta de planejamento estratégico Codesul 2020/2040.

“Estamos atravessando esse momento crítico de pandemia, então, sempre que nos encontramos, tratamos de reunir equipes de secretários da Saúde para dividir experiências, conhecimentos e dificuldades que se avizinham”, destacou o governador Eduardo Leite.

Um dos assuntos críticos trazidos pelos governadores é a falta de repasses, por parte do Ministério da Saúde, para o custeio de atividades e serviços hospitalares, especialmente demandados devido à pandemia de Covid-19. Com exceção dos recursos destinados ao custeio de leitos de UTI, neste ano, não houve repasses garantidos a maior para as demais atividades.

“Esse é um dos pontos que receberá mais atenção junto ao governo federal para que sejam garantidos recursos adicionais para gestão dos nossos sistemas de saúde em função da alta demanda”, explicou Leite.

Os governadores também levarão ao Ministério da Saúde a sugestão de que seja elaborada uma ata global de unificação de preços de insumos, medicamentos e equipamentos para que Estados e municípios possam aderir e a discussão sobre um plano nacional para a realização de uma espécie de mutirão de cirurgias e diagnósticos eletivos, represados devido à capacidade hospitalar esgotada e aos riscos de contágio.

Os secretários da Saúde dos quatro Estados apresentaram panoramas das ações de combate à pandemia que foram tomadas, bem como a velocidade do processo de vacinação.

Além do enfrentamento à pandemia, os quatro governadores falaram sobre a consultoria técnica contratada pelo Codesul para elaboração de um plano de desenvolvimento integrado entre os quatro Estados.

“Estamos olhando para os próximos 20 anos, identificando os setores econômicos para os quais somos vocacionados, transformações que devem acontecer e, portanto, as agendas que nossos Estados devem promover, especialmente ao longo dos próximos 20 anos. Temos de olhar para além dos nossos mandatos, para além dos nossos quatro anos de governo, e olhar para o futuro”, explicou Leite.

A Macroplan, empresa de consultoria especialista na construção de cenários e prospecção de futuros, está apoiando esse trabalho. A intenção é desenvolver um plano regional que deverá ser reproduzido em cada um dos Estados, com aspectos locais.

Atual presidente do Codesul, o governador do Paraná, Ratinho Júnior, explicou a importância do encontro. “Nada mais justo que reafirmarmos os compromissos desses quatro Estados, que é a vocação para o planejamento. Se os IDHs são melhores e se os Estados estão em situações muito melhores que outras regiões do Brasil, é porque se colocou, há 60 anos, a cultura do planejamento. Quando você não sabe aonde quer chegar, qualquer estrada serve. Nossos quatro Estados têm a obrigação de manter essa cultura de planejamento e de organização e de pensar no futuro”, disse.

A presidência do Codesul é revezada pelos governadores dos quatro Estados integrantes. Eduardo Leite foi o presidente em 2019.




Nosso Whatsapp

 

Visitas: 2167043 | Usuários Online: 89

Copyright © 2019 - Grupo Art Mídia Comunicação - Todos os direitos reservados