Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 

Encontre o que deseja

NO AR

Acorda Cidade

    Destaques

Associação Protetora aos Animais de Rua de Camaquã passa por dificuldades financeiras

Publicada em 24/05/21 as 19:06h por Rádio Cidade Camaquã
Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Divulgação)

A ex-vereadora de Camaquã, Ivana de Paula, em manifestação pelas redes sociais falou sobre a crise que a Associação Protetora aos Animais de Rua de Camaquã - ARCA vem enfrentando.


Ivana disse que a entidade possui cerca de 600 cães assistidos em sua sede localizada às margens da BR-116, próximo ao trevo de acesso ao Banhado do Colégio. Segundo Ivana, a Prefeitura repassa mensalmente R$ 32.000,00 (trinta e dois mil reais) a título de convênio, porém a entidade tem um custo mensal de R$ 76.000,00 (setenta e seis mil reais).


Pelos cálculos da ex-parlamentar, a ARCA acumula um déficit mensal de R$ 44.000,00 (quarenta e quatro mil reais). O custo anual de operacionalização da ARCA segundo a ativista da causa animal seria de R$ 912.000,00 (novecentos e doze mil reais). A Prefeitura repassa anualmente R$ 384.000,00 e a entidade com base nos números apresentados por Ivana, precisa desembolsar mais R$ 528.000,00 (quinhentos e vinte e oito mil reais). Cada cão assistido tem um custo mensal de R$ 126.00 (cento e vinte e seis reais). Devido a crise financeira, a entidade cancelou o serviço de castração. 


De acordo com Susane Medronha Kolbach, veterinária responsável técnica pela  ONG "a Arca é uma instituição de proteção animal fundada em 13.03.2013, sem fins lucrativos que tem por objetivo fundamental a Castração como Programa de Controle Populacional de cães e gatos, do qual já é referência no estado do RS neste quesito. Atendemos maus tratos e encaminhamos os animais abrigados buscando sempre lares de amor e guarda responsável. A Arca sobrevive de repasse municipal, de eventos, brechó e doações, tendo um gasto mensal de 76.000,00. Até o final do ano de 2020 conseguíamos mesmo de forma bastante difícil, fechar o mês com poucas dívidas, mas devido a Pandemia, com as complicações da Covid-19, começamos a ter dificuldades em manter quitada estas dívidas e para nossa preocupação chegamos ao valor de 22.000,00 (vinte e dois mil reais) negativo só com a distribuidora da ração, que não pode mais manter um crédito com este valor tão alto", concluiu a médica veterinária.


COMO AJUDAR

Clique no link para contribuir com qualquer valor na vaquinha online "A ARCA NÃO PODE FECHAR" https://www.vakinha.com.br/vaquinha/a-arca-nao-pode-fechar




Nosso Whatsapp

 

Visitas: 1724291 | Usuários Online: 65

Copyright © 2019 - Grupo Art Mídia Comunicação - Todos os direitos reservados